Agronegócio

Expointer 2015: Valtra traz ao RS novo conceito de plantadeira

Desenvolvida para atender às necessidades de produtores de médio e grande porte, a nova Frontier CFS possui maior capacidade de armazenamento de adubo e sementes, além de caixa central de abastecimento, que agiliza o processo de plantio
00valtra_logo_expocafe2015
A Valtra, referência na criação de soluções agrícolas que otimizem o dia a dia do homem do campo, apresenta na 38ª edição da Expointer, a Nova Frontier CFS (Central Fill System). Com maior capacidade de adubo e semente, a plantadeira é indicada para agricultura de larga escala, pois permite que produtores de áreas grandes e médias tenham maior autonomia na semeadura. A novidade, que será apresentada ao público gaúcho pela primeira vez no Parque Assis Brasil, entre os dias 29 de agosto e 6 de setembro, em Esteio (RS), tem produção prevista para o início de 2016.

“Ao trazer o conceito da Nova Frontier CFS para a Expointer, a Valtra quer adiantar ao produtor rural sua renovação de portfólio em plantadeiras de alta especificação. Isto porque os novos equipamentos veem com a proposta de aliar robustez para enfrentar as condições mais adversas de campo à excelente relação de adubo e sementes, permitindo assim, longas jornadas de trabalho sem paradas, e ainda, mais agilidade no abastecimento”, destaca Diego Funghetti Pezzini, gerente de produto implementos e pulverização da AGCO América do Sul.

Uma das principais características do produto é a caixa central de sementes, que agiliza o abastecimento. Outro atrativo da Nova Frontier CFS é o sistema Taxa Variável, tecnologia que permite fazer uma programação específica para determinar a distribuição de sementes e fertilizantes de acordo com um mapa de recomendação planejado pelo produtor ou pelo agrônomo responsável.

A Taxa Variável é utilizada em agricultura de precisão, pois a taxa de sementes e adubo é ajustada quase que instantaneamente conforme o mapa de aplicação, sem que o operador precise parar e descer do trator para alterar a dosagem. Todo esse sistema pode ser integrado ao piloto automático da Valtra, garantindo assim, a conectividade entre trator e plantadeira. Além disso, o produtor pode optar por trabalhar com taxa fixa, utilizando o benefício da transmissão hidráulica para regular as dosagens de adubo e sementes sem sair da cabine do trator.

Os modelos da Nova Frontier CFS, que vão de 11 até 30 linhas, apresentam um design mais limpo e funcional. As novas versões têm ainda transmissão das linhas semente pneumática através de cabo flexível, o que ajuda a reduzir as manutenções da máquina.

Por contar com um sistema pantográfico nos disco de corte, nas linhas de sementes e fertilização, a máquina também é ideal para quem trabalha com plantio direto, já que evita oscilação na semeadura e proporciona o corte da palhada. “O equipamento apresenta uma excelente capacidade de copiar o solo durante o trabalho, garantindo assim, mais precisão na distribuição de fertilizante e semente”, esclarece Pezzini.

Agrolink com informações de assessoria

PUBLICIDADE:
11403473_1046667182018072_9073904934904089402_n

Comentarios

Más popular

Arriba