Fronteira

CHUVAS. 280/300mm em 24 horas no Paraná..Chuvas destroem metade da lavoura de sojicultor

Chuvas destroem metade da lavoura de sojicultor no Paraná

Foto do produtor, dentro da cratera aberta pela erosão, viralizou nas redes sociais e gerou comoção entre agricultores. Veja mais imagens dessa devastação e também da reconstrução


Daniel Popov, de São Paulo
A região oeste do Paraná recebeu um volume muito grande de chuvas nos últimos dias. Alguns municípios chegaram a registrar, em 24 horas, mais de 300 milímetros de precipitações, muito superior à média histórica do mês inteiro. O impacto deste excesso sobre as lavouras de soja da região foi brutal e milhares de imagens de plantações devastadas, pontes submersas, e verdadeiros rios de lama foram compartilhadas por produtores via WhatsApp.

No entanto, uma destas imagens viralizou, justamente pelo tamanho da erosão causada pelas chuvas. Na imagem que ilustra esta notícia, o homem dentro do buraco é o sojicultor Mauro José Paetzold, de Colônia Melissa, região oeste do Paraná. Por lá, em 24 horas, choveu mais de 280 milímetros afirmou o Sindicato Rural de Cascavel e confirmou a empresa Somar Meteorologia.

Os pouco mais de 50 hectares de Paetzold fica justamente em uma região mais baixa, fator que agravou os problemas. “Não tinha o que fazer. Nem a melhor técnica agropecuária teria evitado isso. Toda a água das outras propriedades mais altas, escorreu pra lá. Parecia um rio”, contou ele.

Quando a reportagem do Projeto Soja Brasil entrou em contato, o sojicultor já estava em campo, levantando os prejuízos e começando a arrumar os estragos ocorridos entre o dia 30 e 31 de outubro. “Não sei por onde começar. Metade da minha área terá que ser replantada. Fora que ainda terei que aterrar e corrigir a área com erosão. Terei que plantar para pagar tudo isso. Lucro eu duvido que terei este ano”, explica ele.

A entrevista com Paetzold foi curta e não poderia ser de outra maneira, afinal ele tem muito trabalho pela frente, junto com seus três filhos. Mas, apesar do abatimento notório de sua voz, ele se mostrou determinado a superar este obstáculo e se manter na atividade agrícola. “Não podemos deixar o ânimo cair. Somos produtores e sempre seremos. Agora é arrumar as coisas e voltar a plantar”, garante.

Previsão do tempo

Diante do acontecido, a editora de Tempo do Canal Rural, Pryscilla Paiva, levantou a previsão para a região nos próximos dias. “Vamos ter chuvas ainda volumosas na região, principalmente entre sexta e sábado. Mas, a partir da semana que vem as precipitações perderão intensidade”, diz Pryscilla.

Reconstrução

Depois que as chuvas pararam, nesta quinta dia 2, os trabalhos de reparo nas lavouras ganharam um ritmo forte na propriedade de Paetzold. O vídeo mostra como o produtor está aterrando o buraco causado pela erosão e as fotos mostram a área sendo ajeitada para o replantio.

Comentarios

Más popular

Arriba