Mato Grosso do Sul deve ter frio intenso e de curta duração neste mês

Mato Grosso do Sul deve ter frio intenso e de curta duração neste mês

Tendência para o resto do outono e início do inverno, que começa em 21 de junho, é de frio de curta duração e forte intensidade em Mato Grosso do Sul....

Jovem de 18 anos morre em colisão frontal em Iguiporã interior de Marechal Rondon
FERIAS NO SHOPPING CHINA… VEM..
Suspeita de matar e concretar a irmã no Paraná é presa em SC

Tendência para o resto do outono e início do inverno, que começa em 21 de junho, é de frio de curta duração e forte intensidade em Mato Grosso do Sul.
FESTA DA COSTELA
PUBLICIDADE.
3ª FESTA DO COSTELÃO EM CEL.SAPUCAIA, ORGANIZA LOJA MAÇÔNICA
Local clube das mães de Coronel Sapucaia,MS

De acordo com prognóstico do meteorologista Natalio Abrão, aquecimento das águas do oceano Pacífico continuam influenciando as condições do clima e ausência de massa de fria deve deixar temperaturas mais altas que o normal para o período.

Isso indicará ondas de calor, baixa umidade relativa do ar e céu com poucas nuvens, predominantemente.

No entanto, chegadas de massas de ar polar devem derrubar as temperaturas ainda neste mês, provocando frio intenso.

“Esperam-se intensas ondas de frio com curta duração, em poucos dias, mas muito forte capazes de provocar geadas no sul e sudoeste do MS, especialmente em maio e junho”, disse o meteorologista.

Neste mês, nos dias 10 e 11 deve haver queda fraca nas temperaturas, com mínimas entre 13°C e 15°C na Capital e de 12°C na região sul.
CERVEJA RIO.
PUBLICIDADE.

Primeira grande onda de frio intenso deve ocorrer no dia 21 de maio, com a chegada de uma área de alta pressão com força polar. Frio intenso persistirá de 22 a 27 de maio, sendo as menores temperaturas previstas para o dia 23, com mínimas podendo chegar a 2°C com geadas em Ponta Porã, Amambai, Dourados, Sete Quedas e Mundo Novo.

Na Capital, termômetros podem registrar 5°C. No norte, mínima prevista é de 9°C em Coxim.

Apesar do frio ser mais intenso durante a madrugada e noite, por conta da cobertura de nuvens em função do aquecimento das águas do Pacífico, é possível que haja significativas horas de tardes frias.

CHUVAS

Irregularidade das chuvas será a principal característica do outono/inverno.

Em maio, junho e julho, chuvas devem ficar dentro ou pouco acima da média. Regiões oeste, centro e sul do Estado devem ter chuva acima da média.

Em junho e julho, precipitações devem ficar em torno de 20 mm, não sendo expressivas na maior parte dos municípios.
CORREIO DO ESTADO

PUBLICIDADE.: