Alto Parana

MAIS FOTOS DA TORMENTA DE PEDRA NO PARANA,MS E PARAGUAY

Chuva forte causa destelhamentos e afeta pelo menos 700 pessoas no Paraná
Em Janiópolis, no noroeste, 150 imóveis foram atingidos pela chuva.
Todos os imóveis de Rondon, Indianópolis e Loanda estão sem energia.
A chuva que atingiu a região norte e noroeste do Paraná na tarde desta sexta-feira (10), causou prejuízos em pelo menos oito cidades paranaenses.
11040171_10206976182588590_5680262777404288311_n
Em Janiópolis, no noroeste do estado, um dos municípios mais atingidos pela chuva, cerca de 700 pessoas foram afetadas pela chuva de granizo que caiu no município. De acordo com o prefeito José Domingos Poeira, 150 imóveis foram danificados.

O temporal de granizo atingiu o município por volta das 15h e durou em torno de uma hora. O local mais atingido foi o distrito de Bradópolis. “Estamos entregando lonas e cobertores. Muitas casas foram alagadas e móveis foram molhados”, relata Poeira. Por enquanto, três famílias estão desabrigadas e serão levadas para o Ginásio de Esportes do distrito.
Em Marialva, Loanda, Rondon e Nova Londrina dezenas de imóveis ficaram destelhados e há registros de quedas de árvores. Em Loanda, o temporal derrubou telhas em cima de um carro da Polícia Rodoviária Estadual.

De acordo com a Companhia Paranaense de Energia Elétrica (Copel), todos os imóveis de Loanda, Rondon e Indianópolis, estão sem energia elétrica, e como consequência também estão sem telefone.

Os técnicos da Copel das três cidades estão nas ruas para descobrir o que provocou a interrupção de energia nestes municípios. Não há previsão de quando o serviço será normalizado.

Em Cianorte, de acordo com o Corpo de Bombeiros as Avenidas Espírito Santo e Manduí, a estrada do Cianortinho, e as ruas Amendoeiras e Maria Domingos ficaram alagadas após a chuva forte.

Segundo o Instituto de Meteorologia Simepar, a chuva forte que atingiu a região foi provocada pelo encontro de duas tempestades. Uma delas veio da região amazônica e outra do sul da Argentina. Conforme o Simepar, a tempestade durou em torno de 50 minutos e as regiões mais atingidas foram Campo Mourão, Floresta e Umuarama.

Para o fim de semana, a previsão é de mais chuva em todas as cidades das regiões norte e noroeste do estado. O Instituto alerta para possíveis alagamentos nos centros urbanos e cheia de rios.

A chuva de granizo que caiu na tarde desta sexta-feira (10), por volta das 15 horas em Deodápolis, no MS, causou estragos e assustou moradores.

As pedras de gelo do tamanho de bolas de ping pong destruíram antenas, estragou carros que estavam na rua e deixou algumas ruas da cidade cobertas de gelo.

Há informações de queda de granizo na região de Paranhos e Ypejhu e parte do estado de Canindeyu no Paraguay.

A previsão do tempo para região centro-sul este sábado (11) é de mais chuva forte, segundo dados do Cemtec (Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos).

As chuvas virão acompanhadas de descargas elétricas e o volume estimado é superior a 25 mm.

Fotos: Odair Nery e Elitom Santos.

10440697_10206976183908623_6119614145850763296_n

11040171_10206976182588590_5680262777404288311_n

11141135_10206976182348584_6701694175281192994_n (1)

11141135_10206976182348584_6701694175281192994_n

11146475_10206976184428636_8344089003288540097_n

11168092_10206976184548639_2750651234683806987_n

11229688_10206976183108603_859643486809142706_n

11666021_859423647480741_2744715802388396502_n

11693992_10206976183588615_337614635853410025_n

11742641_10206976182148579_4554120155418009675_n

carolina_terra_-_sao_pedro_do_parana

gelo1

gelo2

gelo8

gelo11

gelo012

igor_baqueta_-_floresta

jandaia_do_sul_por_maria_a_parecida_pereira_1

nova_londrina_por_eduardo_de_souza_shkembi_1

Comentarios

Más popular

Arriba