Otros

Observatório lança, em português e espanhol, o site De Olho no Paraguai

De Olho nos Ruralistas conta em 36 reportagens, entre novembro e dezembro, como latifundiários e empresas agropecuárias do Brasil controlam boa parte do território vizinho

Está no ar o site De Olho no Paraguai. Em 36 reportagens, ele conta um pouco da história do domínio de uma boa parte do território paraguaio por latifundiários – e empresas agropecuárias – brasileiros. Não se trata de mais um relato sobe a presença de brasiguaios, os colonos, no país vizinho. E sim de um retrato dos grandes proprietários de terra, que não necessariamente moram no Paraguai.
PUBLICIDADE:

WWW.PARAGUAYDIGITAL.COM
FM PARAGUAY DIGITAL – 24 HORAS DE MUSICA PARAGUAYA.

O projeto está sendo lançado pelo De Olho nos Ruralistas, um observatório sobre agronegócio no Brasil, com apoio da Fundação Rosa Luxemburgo. Ele será lançado nesta quinta-feira (09/11) em Assunção, às 19 horas, na Biblioteca de La Manzana de La Rivera, em iniciativa apoiada pela Base Investigaciones Sociales (Base-IS).

O conteúdo será atualizado até o dia 15 de dezembro, dia após dia, com seis notícias por semana. Elas estão distribuídas em seis editorias: Subimpério, Fronteiras, Invasores do Chaco, As Empresas, A Política, Relatos de Uma Guerra.

O hotsite traz como marca visual a figura de um hexágono – pois todos os temas (divididos, por sua vez, em outros hexágonos) conectam-se entre si, formando uma grande história. O logotipo do De Olho nos Ruralistas ganha as cores da bandeira paraguaia para o logotipo De Olho no Paraguai.
Canindeyu Digital.
PUBLICIDADE.

DO PARAGUAI AO BRASIL

O objetivo do projeto não é apenas revelar o que acontece no lado paraguaio. Mas também mostrar o quanto – e como – esses grandes proprietários possuem terras (e empresas) no Brasil. A 36º reportagem da série fará um balanço geral dessa investida nos dois territórios.

O site traz histórias de expansão territorial e de impactos: sociais e ambientais. Do desmatamento na região Oriental do Paraguai, na fronteira com o Brasil, à apropriação de terras onde vivem indígenas no Chaco, da expansão da soja ao histórico brasileiro dos latifundiários que se aventuram no país vizinho.

Para conhecer o site clique aqui: De Olho no Paraguai. Para envio de informações adicionais sobre os temas, mande um email para [email protected]

PUBLICIDADE.
SAFRA Cambio #

Comentarios

Más popular

Arriba