Agronegocios

Argentina e Paraguai continuam enfrentando complicações por chuvas e tornados

Na Argentina, uma situação crítica atravessa parte da produção de gado da província de Corrientes. Ao longo de 2017, cairam 2000mm de chuvas em várias regiões, superando a marca de 1700mm que chove em todo um ano. Do volume caído, somente na Semana Santa choveram 1000mm.
SHOPPING CHINA
PUBLICIDADE.

As estimativas oficiais da província dão conta de dois milhões de hectares afetados em onze departamentos. Há uma crescente mortalidade de animais, que poderia chegar aq 15.000 nos próximos meses, caso o panorama se agrave. Há produtores que, individualmente, apontam mais de 500 bovinos mortos.

A preocupação no campo de Corrientes é que a chegada do inverno possa complicar mais ainda o estado corporal das vacas que ainda resistem em meio à inundação.

Inundações em Buenos Aires

O ministro da Agroindústria da província de Buenos Aires, na Argentina, Leonardo Sarquís, se referiu à situação das zonas afetadas pelas inundações e assegurou que “em General Villegas, as maiores perdas foram registradas nos campos de soja”.

Ainda que o impacto econômico não tenha sido avaliado até o momento, Sarquís garantiu que “as perdas que houveram por campos inundados estão vinculadas à soja”.

“A prioridade do governo da província é assistir àqueles que estão afetados pelas inundações e comunicar as obras que vamos fazer imediatamente”, disse, em entrevista para a agência Télam.

Consultado a respeito do milho, o ministro afirmou que “há bons rendimentos” no norte de Buenos Aires e destacou que no sudoeste, os quadros plantados mais cedo superam as expectativas.
CERVEJA RIO.
PUBLICIDADE.

Paraguai

No último sábado, a região de Assunción, capital do Paraguai, foi atingida por um forte tornado que causou estragos em zonas ribeirinhas, assim como a estrutura urbana da capital e de outras cidades vizinhas, como informa o jornal Ultima Hora.

O diretor de Gestão de Redução de Riscos e Desastres (Dgrrd), Anibal Arias, informou que um total de 47 casas em diferentes pontos da área atingida perderam telhados e demais pontos da estrutura. Entretanto, as casas já estão recebendo as estruturas de volta. Cerca de trinta árvores também sofreram os estragos.

O rio Paraguai, por sua vez, alcançou 4 metros, provocando a saída de 12 famílias de Tacumbú, Yukyty e Bañado Norte. Um comunicado da Direção de Hidrologia e Navegação dá conta de que a altura do rio pode chegar aos 5,80 metros.

Ainda não há informações de áreas agrícolas afetadas pelas chuvas, mas a soja safrinha, devido às condições climáticas adversas frequentes no país, deverá ter um péssimo rendimento, chegando apenas a 1000kg (17 sacas) por hectare, o que representa 1/3 do rendimento médio da safra principal.

Confira algumas fotos recebidas pelo Notícias Agrícolas da situação nos dois países:

FM CAPITANBADO
PUBLICIDADE.
Oi pessoal to passando pra informar que nosso site CapitanBado.com já tem o seu próprio App da FM CAPITANBADO, sua radio para Android e o mais legal ele é GRATIS. E gostaria de pedir para todo os nossos internautas que instalem, comente e avalie o aplicativo para assim ir melhorando o App.
– FM Capitán Bado: http://migre.me/q2ZKp

Haga clic para comentar

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Most Popular

Arriba