Conectate con nosotros

Agronegócio

Lei Agrícola dos Estados Unidos dinamiza agricultura das Américas

Publicado

en

Especialistas alertam que a nova Lei Agrícola dos Estados Unidos de 2014 (conhecida como Farm Bill) inclui mudanças que desafiam gestores públicos e produtores do continente. Os efeitos da norma serão debatidos em uma videoconferência nesta quinta-feira (09), a partir das 13h15min, com a participação de Anne Effland, do Economic Research Center, do United States Departament of Agriculture (USDA), orgão responsável pela política agrícola do governo dos Estados Unidos. Também participam do debate o pesquisador sênior do International Food Policy Research Institute (IFPRI) e professor da Universidade Virginia Tech, David Orden; o chefe do Departamento de Assuntos Internacionais da Oficina de Estudios y Políticas Agrarias (Odepa), Rodrigo Contrerar Álvarez; e o diretor-adjunto do Centro Latino-americano para a Competitividade e o Desenvolvimento Sustentável da Escola de Negócios Incae-Costa Rica, Victor Umaña.
10659229_706425299433757_5351415205329842939_n
O evento será promovido pelos escritórios de representação do Instituto no Brasil e nos Estados Unidos e faz parte de uma séria de 12 seminários sobre Políticas públicas agrícolas nas Américas face à agenda pós-2015 de desenvolvimento. O moderador será Joaquín Arias, especialista em políticas e análises setoriais do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA). A videoconferência poderá ser acompanhada na sede do IICA em Brasília (SHIS QI 03 Lote A Bloco F – Centro Empresarial Terracota) ou pelo link www.iica.org.br/CicloPoliticasAgricolas. Pede-se que as presenças sejam confirmadas pelo email [email protected]

Governos devem investir em segurança jurídica

Recentemente o diretor-geral do IICA, Víctor Villalobos, enviou uma nota técnica aos ministros da Agricultura dos 34 países-membros do Instituto em que recomenda que sejam adotadas políticas de Estado para a estabilidade e segurança jurídica do setor agrícola da região.

A nota do IICA alerta que a nova lei implementa uma rede de seguridade agrícola e cobertura de riscos para os produtores norteamericanos, o que lhes assegura margens de lucro e maiores volumes de produção. A Farm Bill ainda garante vantagens para os produtos agrícolas americanos nos mercados.”Entre as políticas a ser promovidas pelos países da América Latina e Caribe estão a necessidade de melhorar a gestão integral de riscos, o que implica novos esquemas de seguros agrícolas mais desenvolvidos e com maior cobertura”, disse Arias.

O documento do IICA avalia que a nova regulação também fomenta os empreendimento rurais, gera maior valor agragado, atrai os jovens para o campo e incrementa a produção orgânica nos Estados Unidos. “A Farm Bill está respaldada em grande disponibilidade de recursos. Os Estados Unidos apoiam a competitividade de seus produtores ao dar-lhes garantias frente a oscilações de preços e riscos climáticos, o que reduz os riscos da atividade”, explica o especialista em análises estratégicas do IICA, Hugo Chavarría.

FONTE: IICA

Sigue leyendo
Comentarios

Publicidad

Más popular