Conectate con nosotros

Otros

Os irmãos que decidiram retirar o estômago para evitar câncer

Publicado

en

Três irmãos decidiram retirar o estômago após descobrir que eram portadores de um gene cancerígeno – e de terem perdido a mãe e uma irmã em decorrência do câncer de estômago.

Tahir Khan, de 44 anos, Sophia Ahmed, de 39 anos, e Omar Khan, de 27 anos, de Walsall, na Inglaterra, foram submetidos à cirurgia após passarem por uma bateria de exames no Hospital Addenbrooke, da Universidade de Cambridge, no Reino Unido.

Eles dizem que a operação salvou suas vidas e “eliminou” o risco de desenvolverem a doença.

No entanto, descobriu-se agora que a filha de Tahir carrega o mesmo gene.

A mãe deles, Pearl Khan, tinha 49 anos quando morreu, há 16 anos, seis meses após ser diagnosticada.

Já a irmã, Yasmin Khan, morreu há seis anos, aos 32.

“A gente nem sequer pensava em testes genéticos naquela época, mas a Sophia foi muito persistente e conversou com a Cancer Research UK para nos examinar”, disse Tahir.

Além de Sophia, Omar e Tahir, outra irmã deles, Tracy Ismail, de 49 anos, também fez o exame.

O processo todo – de triagem e testes – nos quatro irmãos levou de cerca de 12 meses a três anos.

‘Totalmente devastada’

O resultado mostrou que três eram portadores do gene – e cada um decidiu se submeter à operação como medida preventiva. Sophia fez a cirurgia primeiro, seguida por Tahir e Omar.

Tracy foi a única dos quatro irmãos a descobrir que não tinha o gene:

“Eles disseram meu resultado primeiro, então eu pensei que seriam todos iguais”.

“Fiquei totalmente devastada.”

“Em determinado momento, nos disseram que, se não tivéssemos feito o teste, eu seria a única dos irmãos que restaria.”

“Sabendo o que minha mãe e minha irmã passaram, e tão depressa, encorajei eles a fazerem o procedimento, e eles ainda estão aqui.”

Pearl Khan e Yasmin Khan
Image captionPearl Khan, mãe deles, e Yasmin Khan, irmã, morreram de câncer no estômago

Sophia contou que tomou a iniciativa por causa da irmã.

“Eu li nas anotações da minha irmã Yasmin no hospital que eles achavam que poderia ser genético, então eu pesquisei e descobri que o hospital de Cambridge estava fazendo um estudo com a Cancer Research UK. Entrei em contato com eles e fui até lá.”

“Todo mundo achava que eu estava louca até que os resultados voltaram, e quando vimos que éramos 3 de 4, sabia que tinha valido a pena.”

“Eu não tenho nada, além de coisas positivas a dizer sobre isso. Ainda posso comer e fazer tudo, a única questão é controlar meu peso e minhas deficiências de vitamina, mas em comparação com ter câncer de estômago e poucos anos de vida, não posso reclamar.”

“Eu até tive um filho após a cirurgia, eles pensaram que eu poderia ficar desnutrida ou que o bebê poderia nascer pequeno, mas tudo correu absolutamente bem.”

Agora, a comida que eles ingerem vai para uma “pequena bolsa” que conecta o esôfago ao intestino.

“Eu tenho que petiscar constantemente porque meu corpo simplesmente não consegue obter os nutrientes que precisa de outra forma”, disse Tahir.

“Meu irmão, por outro lado, ainda come como um cavalo!”

‘Melhor decisão’

Omar teve inicialmente uma reação diferente em relação à cirurgia.

“No começo, depois de tudo que tinha passado com a minha mãe e irmã, eu não queria saber de hospital, médico ou qualquer coisa do gênero.”

“Mas depois de ver a Sophia passar pelo procedimento e ter um filho, pensei que ‘não tinha desculpa’.”

“Foi uma decisão muito difícil para mim, mas foi a melhor que já tomei.”

“Ainda posso comer o que eu quiser – hambúrgueres, bifes – a única coisa que sinto é cansaço e suor frio, mas ainda estou respirando e sou muito grato por isso.”

No entanto, o exame da filha de Tahir, Farah, que tem 21 anos, também confirmou a presença do gene.

“Estou preocupado com o futuro da minha filha, mas eu digo a ela que todos nós passamos por isso e estamos bem agora, então, aconteça o que acontecer, ela vai ficar bem”.

Tahir fez a cirurgia há cinco anos e meio, depois que o exame mostrou que ele tinha aglomerados de células cancerígenas no estômago.

“Não tenho dúvida de que os testes e o procedimento salvaram minha vida.”

“Este é um tipo específico de câncer de estômago muito raro”, explica o médico Marc Tischkowitz, especializado em genética médica, da Universidade de Cambridge.

“É um gene que os portadores podem ter a vida toda, e significa que eles correm risco de desenvolver câncer a qualquer momento.”

“Estima-se que apenas 3% a 10% dos casos de câncer estejam ligados a um gene defeituoso hereditário”, afirma Georgina Hill, da organização Cancer Research UK.

“Qualquer um que esteja preocupado com o risco genético de desenvolver câncer deve conversar com seu médico, que pode encaminhar quem tem um forte histórico familiar de certos tipos de câncer para uma clínica de aconselhamento genético, se for o caso”, orienta.Fonte: BBC Brasil

COMPA

Sigue leyendo
Comentarios

Otros

Estonia brindará asistencia técnica para incorporar más tecnología en la educación

Publicado

en

Estonia brindará asistencia técnica para incorporar más tecnología en la educación

Durante la reunión entre los mandatarios de Paraguay y Estonia. Foto Twitter @MaritoAbdo

Asunción, IP.- Paraguay y Estonia, abordaron posibilidades de cooperación para impulsar el gobierno electrónico y la incorporación de más tecnología para fortalecer la educación paraguaya.

Los presidentes de Paraguay, Mario Abdo Benítez y de Estonia, Kersti Kaljulaid, mantuvieron este miércoles una bilateral, en el Centro de Exposiciones y Convenciones (CEC) de la capital argentina, Buenos Aires.

A través de su cuenta oficial en Twitter, Abdo Benítez, destacó que durante el encuentro con su par de Estonia, “exploramos posibilidades de cooperación para impulsar el gobierno electrónico y la incorporación de más tecnología para nuestra educación”.

En febrero pasado una comitiva paraguaya, encabezada por el viceministro de Tecnologías de la Información y Comunicación (Mitic), Miguel Martin, y el diputado Sebastián García participaron de la jornada de encuentros, invitados por la Organización de Estados Americanos (OEA) para conocer las experiencias exitosas de España y Estonia.

Estonia es considerado uno de los países líderes en Gobierno Electrónico a nivel mundial, gracias a su continua innovación y desarrollo digital.

Sigue leyendo

Otros

Abdo viaja a la Argentina para conferencia de la ONU

Publicado

en

Abdo viaja a la Argentina para conferencia de la ONU

Mario Abdo Benítez viajó a Buenos Aires. Foto: Cristina Martínez, 970 AM.
Mario Abdo Benítez viajó a Buenos Aires. Foto: Cristina Martínez, 970 AM.

El jefe de Estado Mario Abdo Benítez partió esta mañana rumbo a Buenos Aires, donde participará de la conferencia de la Organización de las Naciones Unidas (ONU).

A las 6:15 de este miércoles fue despedido en el Espigón Presidencial el mandatario Mario Abdo Benítez, quien viajó a la Argentina para participar de la conferencia de la ONU.

El presidente regresará hoy mismo y su arribo está previsto para las 21:40, según confirmaron fuentes del Ejecutivo, aunque el evento va hasta el 22 de marzo.

Esta vez el encuentro será sobre El rol de Cooperación Sur-Sur y la implementación de la Agenda 2030 para el desarrollo Sostenible: desafíos y oportunidades.

La conferencia de la ONU será la única de este año que se desarrolle en nuestra región, según detalla la agenda del organismo internacional.

Sigue leyendo

Otros

Anuncian tormentas e ingreso de frente frío

Publicado

en

Anuncian tormentas e ingreso de frente frío

La Dirección de Meteorología anuncia para hoy una nueva jornada de tormentas eléctricas, sobre todo para el norte de la región Oriental y el Chaco. Para la tarde se espera el ingreso de un frente frío.

Los pronósticos indican que las tormentas estarán caracterizadas por su intensidad en cortos periodos, además de frecuentes descargas eléctricas, sin descartar otros fenómenos asociados.

Las zonas afectadas serán: Boquerón, Alto Paraguay, Pdte. Hayes, Concepción, Amambay y centro-norte de San Pedro. Se anuncian lluvias con acumulados entre 70 y 100 milímetros, ráfagas de vientos que podrían estar en torno a los 80 km/h y alta probabilidad de caída de granizos.

Para Asunción y Gran Asunción se esperan vientos variables, luego rotando al sur, precipitaciones y ocasionales tormentas eléctricas.

Sigue leyendo

Más popular