Otros

Prefeito de Santa Terezinha de Itaipu é preso preventivamente pelo Gaeco

Prefeito de Santa Terezinha de Itaipu é preso preventivamente pelo Gaeco

Prefeito de Santa Terezinha de Itaipu é preso preventivamente pelo Gaeco
Operação Saruê foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (Foto: Rádio Cultura )

Paulo Bogler com assessoria

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) prendeu preventivamente o prefeito de Santa Terezinha de Itaipu, Cláudio Eberhard (PSDB), nesta quarta-feira, 9. Também foram detidos um vereador, um servidor público que é ex-secretário municipal e três empresários no município.

Batizada de Saruê, a operação reuniu agentes Gaeco e do Ministério Público do Paraná. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão na casa do prefeito, na prefeitura e na Câmara de Vereadores. Conforme o MP/PR, as investigações comaçaram há mais de dois anos para apurar a existência de possível esquema envolvendo agentes públicos e empresários.

O Tribunal de Justiça do Paraná, que decretou as prisões, também determinou a suspensão do exercício das funções públicas do prefeito, do vereador e do servidor público.

Em nota, o MP/PR informou as irregularidades que teriam sido cometidas pelos acusado. “[…] o prefeito editou decretos de utilidade pública para suposta expansão de áreas industriais que, entretanto, visavam desvalorizar terrenos cujos proprietários passaram a ser assediados para os venderem ao grupo de pessoas ligadas ao prefeito, sob o argumento de que perderiam ainda mais se não fizessem a venda”, diz o órgão.

Em seguida, os decretos eram regoados e os projetos de loteamentos eram aprovados, garantindo ganhos para os empresários acusados de participara da irregularidades, explica a nota do Ministério Público. A investigação ainda abrange eventuais fraudes em processos licitatórios e em execução de contratos de revestimento de ruas.

Ao todo, foram cumpridos 30 mandados de busca e apreensão em residências, empresas, escritórios de engenharia e de imobiliárias e em órgãos públicos. Duas pessoas foram presas em flagrante por porte ilegal  de arma.

Ao H2FOZ, a assessoria de comunicação informou que a Prefeitura Municipal deverá emitir nota ofical em breve.

(Com informações do Ministério Público do Paraná)

Comentarios

Más popular

Hasta arriba